Antonio Luis Bezerra da Cruz — ARTIST






Antonio Luis Bezerra da Cruz

Entrevista com o artista Bezerra da Cruz –

1. Fale um pouco sobre você?
Antonio Luis Bezerra da Cruz, nasci na cidade de Pedro II – Piauí-Brasil. Radicado no Rio de Janeiro desde 1981. Pintor Autodidata comecei a expandir a minha arte ainda muito jovem, na década de 80, precisamente no ano de 1981. Chegando à cidade do Rio de Janeiro. Usando como inspiração, dando como primícias à “Cidade Maravilha”, a inspiração foi crescendo em proporção significativa. Nesta mesma época mesmo não possuindo formação acadêmica, busquei aperfeiçoar um pouco meus conhecimentos e técnicas, através de palestras na escola de belas artes do Rio de Janeiro (convidado). Nas décadas de 80 e 90 minhas obras foram apresentadas nos salões do “Clube Militar e Naval”. E também na Alemanha, Veneza, Eslovênia e Bratislava (Eslováquia), através do MIAN (Museu Internacional de Arte Naif), onde minhas obras também fazem parte do acervo do museu. Em 2016, ganhei medalha de ouro no XXXI Salão de Artes Plásticas de Arceburgo – MG. Em 2018 participei do 4º Salon Internacional D’art Contemporain em Paris, que se estendeu para Lisboa-Portugal.

 

 

2. Por que a arte?
Bom, não sei muito dizer um porque, pois o dom da arte já nasceu comigo e, muito embora eu tenha por anos praticado como “hobby”, ela também não deixa de ser uma terapia e tanto. Hoje mesmo não visando viver dela, é nela que transmito os meus recados ligados à ecologia, sociologia e religião.

 

 

3. Qual a sua lembrança mais antiga em querer ser um artista?
Foi quando eu tinha uns sete anos de idade e vi um livro da escola (não me recordo qual), que tinha uns trabalhos do Candido Portinari e, uns desenhos com bico de pena de artista chamado Percy Lau!

 

 

4. Quais seus temas favoritos? E quais os materiais que utiliza?
Numa mesma tela, uso três temáticas: Ecologia, sociologia e religião. Materiais usados, sempre óleo sobre tela, muito embora conheça diferentes técnicas.

 

 

5. Como você trabalha e aborda o tema de suas obras?
Enxergo talvez,sobre a procura da conscientização humana. Não sei se o mundo ou, as pessoas, se distanciam cada vez mais dessas três coisas (do senso ecológico, religioso e sociólogo).

 

 

6. Algum artista te inspira?
Muito embora eu procure fugir da mesmice acadêmica, procurei criar um trabalho espontâneo sem me preocupar com estilo ou técnica. Mas tenho Admiração por dois artistas em especial: Caravaggio e Salvador Dali.

7. Quais são as melhores respostas que você teve ao seu trabalho?
Certamente foi o fato de ter atravessado fronteiras!…minhas obras já chegaram até a Alemanha, Itália, Eslovênia, Espanha, Nova York, Paris e Portugal…

 

 

8. O que você mais gosta em seu trabalho?
Da mensagem contida.

9. Quais as suas principais participações em exposições?
Frankfurt Alemanha (feira do livro), Ego Oblivion & Connection (Saphira & Ventura galery – New York, Epopeia de Arte (Paris), Epopeia de Arte (Portugal)). XXXI e XXXII Salão de Arte Plásticas de Arceburgo-Mg (medalha de ouro)… e outras…

 

 

10. Onde você se ver daqui a 10 anos?
Vejam, o futuro é incerto, mas certamente onde quer que eu esteja certamente estarei procurando produzir arte da melhor maneira possível.

11. Planos para o futuro
Continuar produzindo a minha arte com a mesma boa vontade de sempre.

 

Antonio Luis Bezerra da Cruz

 

 

 

 

LINKS—

Website:  www.pintorbezerradacruz.com.br (em manutenção)
Facebook:  Antonio Luis Bezerra da Cruz
Instagran:  @bezerradacruz
Contato:  (21) 98211 0023 / 3547 4171

 

Edmundo Cavalcanti

Edmundo Cavalcanti

 

Edmundo Cavalcanti é nosso colunista de artes para Arts Illustrated em São Paulo, Brasil.